Obras de George Orwell ganham reedições; autor criou livros que inspiraram "O Conto da Aia" e o BBB

Em domínio público a partir deste ano, produção do autor, cuja morte completa 71 anos nesta quinta-feira (21), segue influenciando gerações

O mercado editorial frequentemente anda às voltas com reedições de textos clássicos, trabalhando para que ocupem a ordem do dia. São inúmeros os motivos que justificam essa dinâmica. Um dos mais importantes diz respeito à atemporalidade dos escritos, capazes de imprimir pertinentes reflexões sobre os tempos de outrora e de agora.

Por essa razão, não é de se estranhar a onipresença de nomes como o de George Orwell (1903-1950) nas conversas e debates literários mundo afora. Sobretudo neste momento, quando a obra do escritor caiu em domínio público, podendo ser reproduzida, distribuída, traduzida, publicada ou adaptada sem necessidade de autorização.

Motivo suficiente para que uma grande variedade de editoras brasileiras esteja ocupando as livrarias com novas versões das duas principais histórias de autoria do indiano radicado na Inglaterra: “1984” (de onde saiu a referência do 'Big Brother', tal qual o reality show BBB, sucesso na TV) e “A Revolução dos Bichos” – romance este que já pode ser encontrado com diferentes traduções do clássico título, a exemplo de “A Fazenda dos Animais” (Penguin Companhia) ou “A Fazenda dos Bichos” (Martin Claret).

Por Diego Barbosa/Diário do Nordeste