PUBLICIDADE Siga-nos no Instagram

Arqueologia leva a cidade de Central à rota do turismo nacional

  • Em Cidades
  • 05-09-2019
  • Por Irecê Notícias
img
Foto: Reprodução

O município de Central, recebeu a notícia de que entrou no Mapa Nacional do Turismo publicado no Diário Oficial da União. A cidade ficou enquadrada na categoria D de classificação do Ministério do Turismo (MTur).

De acordo com o Mtur, essa categorização pode servir para otimizar a distribuição de recursos públicos, orientar a elaboração de políticas específicas para cada categoria de municípios, aperfeiçoar a gestão pública, na medida em que fornece aos gestores do Ministério e dos Estados mais um instrumento para subsidiar a tomada de decisão, auxiliar na atualização do Mapa do Turismo Brasileiro, que é feita periodicamente, além de ajudar na reflexão sobre o papel de cada cidade no processo de desenvolvimento turístico regional.
Central é considerada o Centro da Arqueologia no estado da Bahia. No interior do município [Riacho Largo, Maxixe e Traíras] existem pontos turísticos importantes e abriga o mais antigo sítio arqueológico das américas
 
O Museu Arqueológico de Central, instalado no antigo Mercado Municipal, foi inaugurado em 1995, por iniciativa da Professora Maria Beltrão. O Museu possui uma característica única, emprestada por sua localização na praça do mercado onde, semanalmente, se realiza a feira regional.
Assim, sua divulgação junto à comunidade é bastante facilitada. O acervo apresentado é composto de 150 telas com reproduções de pinturas executadas pelo homem pré-histórico sobre os paredões rochosos dos cânions ou nas “paredes” das tocas e abrigos; cerâmicas; urnas funerárias e ossos fossilizados de animais pleistocênicos como os da Preguiça Gigante, da Paleolhama, do Toxodonte, entre outros. O Museu Arqueológico de Central é gratuito e aberto diariamente. É visitado por moradores, estudantes, pesquisadores e turistas.

Fonte: Cultura & Realidade / 101 news FM.