PUBLICIDADETutti Festa Topo

Chapada Diamantina: Área de queimada em 2018 deve ser menor do que em 2015

  • Em Bahia
  • 19-11-2018
  • Por Irecê Notícias
  • 101 Visualizações
img
Foto: Reprodução

Para essa temporada de incêndio, tanto a direção do parque quanto os brigadistas, estão otimistas devido às ações de prevenção, como a observação constante da vegetação

Mais de duas temporadas após o fogo que devastou mais de 20% da área do Parque Nacional da Chapada Dimantina, em 2015, o último período de incêndio, iniciado em março de 2017 e encerrado em fevereiro deste ano, queimou menos de 1% do parque e bateu recorde de menor área destruída.

Para essa temporada de incêndio, tanto a direção do parque quanto os brigadistas, estão otimistas devido às ações de prevenção, como a observação constante da vegetação. Apesar da boa perspectiva, a chefe da área de preservação, Soraya Martins, aponta que o recorde da temporada passada não vai ser alcançado. “A gente já teve alguns incêndios nesse ano que superaram aquela área queimada. Como a nossa temporada vai até fevereiro, tem muito tempo para fechar o balanço”, ponderou.

Martins, porém, aponta que a área queimada deve ser menor do que o percentual devastado em 2015. Para o secretário estadual de Meio Ambiente, José Geraldo dos Reis Santos, a redução dos incêndios tem relação com o trabalho de coordenação de educação ambiental realizado pelo governo em conjunto com o corpo de bombeiros. Apesar do otimismo, o brigadista voluntário Paulo Medeiros, afirma que o estado é de alerta.

Fonte: Marina Hortélio/Metro1