Aos 118 anos, mulher mais velha do mundo carregará tocha olímpica

Nascida em janeiro de 1903, a japonesa Kane Tanaka é apenas sete anos mais nova do que os Jogos Olímpicos modernos, que tiveram início em 1896

A japonesa Kane Tanaka, a mulher mais velha do mundo, irá carregar a tocha olímpica, símbolo dos Jogos de Tóquio, em maio. Nascida em janeiro de 1903, ela é apenas sete anos mais nova do que os Jogos Olímpicos modernos, que tiveram início em 1896. Tanaka passou por duas pandemias globais (gripe espanhola e coronavírus), duas guerras mundiais e se curou de dois cânceres.

Atualmente, Tanaka vive em um asilo em Fukuoka, e a previsão é de que percorra partes dos 100 metros com a tocha em uma cadeira de rodas, mas está determinada a terminar o percurso andando, antes de repassar o símbolo dos Jogos Olímpicos. 

Aos 118 anos, Kane Tanaka é a pessoa viva mais velha do mundo desde 2019, de acordo com o Guinness World Records (livro dos recordes). 

Fonte: TV Cultura